Está aqui

Remo

Main menu

Remo

O remo tornou-se num desporto aquático organizado em meados do século XIX, e desde muito cedo foi integrado no programa oficial dos Jogos Olímpicos e Jogos Paralímpicos. É um desporto de velocidade, praticado em barcos estreitos, em que os atletas se sentam sobre bancos móveis, de costas voltadas para a meta, usando os braços, tronco e pernas para mover o barco o mais depressa possível. O desporto é praticado nos rios, lagoas, enseadas ou pistas construídas especialmente para a prática da modalidade, que também pode ser feita no mar.Pode ser praticado em diferentes categorias, desde barcos para uma pessoa, duas, quatro ou oito. Cada remador pode conduzir o barco utilizando um ou dois remos, dependendo do tipo de barco. Alguns barcos ainda podem ter incluída a presença de um timoneiro responsável por dar o ritmo da remada aos atletas.

O Remo é um desporto de resistência-força (aquilo a que os anglo-saxónicos chamam de "power-endurance sport"), ou seja, um desporto que exige níveis muito elevados de força muscular e de resistência à fadiga. Por essa razão, os remadores são, normalmente, muito fortes e musculados, e possuem uma elevada capacidade aeróbica para poderem oxigenar a grande quantidade de massa muscular utilizada neste desporto. A combinação destas duas características confere-lhes uma capacidade física singular. O remo tende a selecionar os atletas mais altos e com membros mais longos, porque estes conseguem, mais facilmente, obter um padrão de exercício de força continuado e prolongado na água (remada mais ampla). Por essa razão torna-se mais difícil encontrar, por exemplo nas finais olímpicas, remadores com menos de 1,90 m de altura. Dada esta característica do desporto, criou-se a categoria "peso leve", para possibilitar a prática competitiva do remo a homens e mulheres mais próximos do padrão normal da população.

 

Regulamento - em atualização