Está aqui

Orientação

Main menu

Orientação

A Orientação é uma modalidade desportiva que alia de forma perfeita as dimensões física, cognitiva e emocional, a ponto do povo sueco dizer que fazer Orientação é como jogar Xadrez a correr numa floresta. Esta modalidade consiste na escolha do melhor trajeto entre pontos marcados num mapa e materializados no terreno através de balizas de Orientação, procurando cumprir, no mais curto espaço de tempo possível, um percurso sem qualquer auxílio externo que não, eventualmente, uma bússola. Os atletas dispõem apenas da sua condição física, capacidade de leitura do mapa e capacidade de concentração para alcançar os seus objetivos.

A Orientação tem as suas raízes na esfera militar, e tem a sua origem nos países nórdicos há mais de um século: é apontada a Suécia, e o ano de 1918, como as origens da Orientação como modalidade desportiva, apesar de haver registos de uma prova em Oslo, em 1897. Em 1919 ocorreu a primeira prova oficial, em Estocolmo, em 1961 foi fundada a IOF, em Copenhaga, e em 1977 a modalidade foi reconhecida pelo COI.

Em Portugal, a modalidade entrou igualmente pela via militar, tendo o primeiro campeonato das Forças Armadas acontecido em 1973, em Mafra. No início da década de 80 a modalidade começou a ser praticada pela sociedade civil, e em 1990 é fundada a Federação Portuguesa de Orientação.

A modalidade entrou nos programas de Educação Física em 1996, no ano seguinte realizou-se o primeiro Campeonato Nacional do Desporto Escolar, em Almoster (Santarém) e em 2002 realizou-se em Leiria o Campeonato do Mundo de Orientação Escolar ISF.

Desde 2002 que Portugal tem registado, consecutivamente, resultados de elevado nível nos Campeonatos do Mundo Escolares, com subidas ao pódio em todas as edições da prova. Os pontos mais altos terão sido o título de vice-campeã do mundo obtido pela equipa de Juvenis Masculinos da ES de Pinhal Novo em 2006, na Eslováquia e o título de campeã do mundo alcançado pela iniciada Vera Alvarez da EB23 Sarrazola em 2008, na Escócia.

Em 2014 Portugal organiza, através da Federação Portuguesa de Orientação mas tendo como parceiras duas escolas com Grupo/Equipa de Orientação e apoio do Desporto Escolar, o Campeonato da Europa de Orientação, sendo este o evento de maior relevância desportiva até hoje realizado em Portugal, nesta modalidade.

A Orientação é uma das modalidades em que o Desporto Escolar melhor cumpre uma função de formação básica para posterior transição para o desporto federado a alto nível – prova disso é o elevado número de atletas da elite nacional que tiveram a sua entrada na modalidade e formação inicial em Grupos/Equipa do Desporto Escolar, bem como a constituição de seleções nacionais federadas que, de forma regular, apresentam elevado número de atletas cujas primeiras internacionalizações ocorreram ao serviço do Desporto Escolar enquanto iniciados, nas competições ISF em equipas de escola ou de seleção. Um bom exemplo é o caso do atleta Davide Machado que, tendo representado Portugal no ISF da Bélgica em 2004, é atualmente atleta do top-10 mundial absoluto na disciplina de Ori-BTT.

O sucesso da modalidade assenta em diversos pilares, entre os quais se aponta, para além do empenho e trabalho de professores e alunos, as excelentes relações de cooperação entre os sistemas desportivo (federações e clubes) e educativo (escolas e estruturas regionais e nacionais); a participação regular em competições internacionais com iniciados e juvenis; e a existência de um quadro competitivo nacional também para iniciados e juvenis.

É necessário destacar ainda o carácter marcadamente inclusivo e eclético da modalidade, já que para além de permitir que pessoas com qualquer grau de hábito de prática desportiva ou conhecimento da modalidade a pratiquem (individualmente ou em grupo, dependendo do tipo de percurso escolhido), a modalidade inclui ainda disciplinas de diferente natureza, como a orientação pedestre, orientação em BTT, corridas de aventura ou orientação de precisão - esta última vocacionada para pessoas com mobilidade reduzida ou condicionada.

Regulamento