Está aqui

Goalball

Main menu

Goalball

O Goalball foi introduzido em 1946 pelo austríaco Hans Lorenzen e pelo alemão Sepp Reindl, num esforço para facilitar a reabilitação de soldados que, em combate na Segunda Guerra Mundial, tinham perdido a visão. O jogo foi apresentado ao mundo em 1976 nas Olimpíadas de Toronto, no Canadá, passando, desde então, a pertencer aos Paralímpicos. Além disso, a cada quatro anos, um Campeonato Mundial é realizado com o primeiro a ter acontecido na Áustria, em 1978. Desde os primeiros tempos, a popularidade de Goalball tem aumentado grandiosamente, na medida em que agora é jogado em mais de 100 países a nível mundial.

Na base das suas regras e procedimentos está o recurso a dois sentidos essenciais: audição e tacto. O Goalball é jogado por duas equipas de três elementos cada, e tem como objetivo marcar mais golos do que o adversário, à semelhança de outras modalidades como, por exemplo, o futebol, o hóquei em patins ou o andebol. Cada jogador tem os olhos vendados e a bola, para ser ouvida, contém guizos no seu interior.

O jogo, com a duração total de 24 minutos (duas partes de 12 minutos cada) é disputado num campo com dimensões iguais às de um recinto de voleibol (18 metros de comprimento por 9 metros de largura), marcado por linhas tácteis e visuais,  onde cada uma das balizas tem, precisamente, os 9 metros da largura do terreno de jogo.

O campo é constituído por três grandes áreas: duas áreas de equipa e uma área neutra. Em 1992 disputaram-se as primeiras partidas da modalidade, dirigidas ao público escolar.

 

 

Regras Nacionais - em atualização

Regulamento - em atualização